sábado, 24 de setembro de 2011

Cristianismo e Tolerância


Cristianismo e Tolerância
Cristianismo e Tolerância caminham juntos
Pois os Cristãos, acima de todos os homens, estão proibidos de corrigir os tropeços dos pecadores pela força... é necessário que se faça o homem melhor não pela força mas pela persuasão. Não temos aautoridade da lei para reprimir os pecadores, nem, se tivéssemos, deveríamos saber como utiliza-la, já que Deus dá a coroa para aqueles afastados do mal, não pela força, mas pelaescolha.

São João Crisóstomo, "Seis Livros sobre o Sacerdócio"

O desejo de governar é a mãe das heresias  
São João Crisóstomo

A única figura pública proeminente que condenou aberta e inequivocamente os pogroms [anti-Semitas durante a guerra civil que se seguiu à revolução Bolshevik] foi o líder da Igreja Ortodoxa, o Patriarca Tikhon

Richard Pipes, Russia Under the Bolshevik Regime
(Harville Press, 1994)

Nós condenamos do modo mais categórico todo tipo de fanaticismo, ilegitimidade e violência, não importando quem os cometa. Firmemente insistimos sobre a necessidade de uma comunicação pacífica e livre entre os povos, pelo respeito mútuo e a coexistência pacífica. 
Patriarca Bartolomeu I de Constatinopla, em discurso para o Parlamento Europeu em abril de 1994

Tanto as ordens do imperador quanto as do seu (superior) devem ser obedecidas se não forem contrárias a Deus no céu. Se forem, devem não apenas serem desobedecidas mas devem ser resistidas.

S. Euphemia, 303

É certamente uma coisa melhor e mais maravilhosa mudar a mente dos inimigos e traze-los a um outro modo de pensar do que mata-los, especialmente quando lembramos que os [discípulos] eram apenas doze e o mundo inteiro cheio de lobos... Devemos pois, ter vergonha de nós mesmos, nós que agimos de forma tão diferente e atacamos como lobos os nossos inimigos. Enquanto formos ovelhas, teremos a vitória; mas se formos como lobos seremos derrotados, pois o auxílio do pastor nos será retirado já que ele alimenta ovelhas e não lobos... Este mistério [da Eucaristia] requer que estejamos inocentes não apenas da violência mas de toda inimizade, ainda que leve, pois é o mistério da paz. 
São João Crisóstomo

Fundamentalismo é teologia que se tornou ideologia.  Metropolita Johannes de Pérgamo

Pois existe um concordar mau e existe um discordar bom. Aqueles que construíram a torre (Gen. 11:4) concordaram em grupo para seu próprio mal, e estes mesmos foram separados, sem o quererem, para seu bem. Também Korah e seus companheiros oncordaram em grupo pelo mal, e portanto foram separados para o bem; e Judas concordou com os judeus para o mal. De modo que divisão pode ser bom, e concordância mal. 

São João Crisóstomo, Homilia LVII sobre João 9,2. B#58, p. 206

Consolidando a Tradição, temos o que está escrito no Novo Testamento:

Digo, porém, a consciência, não a tua, mas a do outro. Pois por que há de a minha liberdade ser julgada pela consciência de outrem? [I Coríntios 10:29]

Ora, o Senhor é Espírito; e onde está o Espírito do Senhor, aí há liberdade. [II Coríntios 3:17]

E isto por causa dos falsos irmãos que se intrometeram, e secretamente entraram a espiar a nossa liberdade, que temos em Cristo Jesus, para nos porem em servidão; [Gálatas 2:4]

Estai, pois, firmes na liberdade com que Cristo nos libertou, e não torneis a colocar-vos debaixo do jugo da servidão. [Gálatas 5:1]

Por fim o que o próprio Jesus nos recomenda diretamente sobre como lidar com as "igrejas" que pregam no seu nome sem pertencer a Santa
Igreja em si:

Lucas, Cap. 9
49 E, respondendo João, disse: Mestre, vimos um que em teu nome expulsava os demônios, e lho proibimos, porque não te segue conosco.
50 E Jesus lhes disse: Não o proibais, porque quem não é contra nós é por nós.


Marcos, Cap. 9
38 E João lhe respondeu, dizendo: Mestre, vimos um que em teu nome expulsava demônios, o qual não nos segue; e nós lho proibimos, porque
não nos segue.
39 Jesus, porém, disse: Não lho proibais; porque ninguém há que faça milagre em meu nome e possa logo falar mal de mim.
40 Porque quem não é contra nós, é por nós.

Um comentário:

Klauber Cristofen Pires disse...

Prezado(a) amigo(a),
Desejamos a todos um Natal cheio de amor em família e de alegria pelo nascimento de Nosso Senhor Jesus Cristo!
Que todos busquemos sempre os bons valores para vivenciarmos e com eles dar exemplo aos céticos.
Feliz Natal!
de Klauber Cristofen Pires (LIBERTATUM) e família